Skinpress Rss

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Leiturinha

0



 Melhor Clube de
Assinatura de Livros Infantisdo Brasil possui a confiançade mais de 9 mil Famíliase oferece, todo mês, umaexperiência completa
de leitura. 
Acessem o Link logo abaixo para saber mais:


quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Enxaqueca em crianças

0

Olá pessoal,

Estou atrasada em desejar um Feliz e abençoado 2016 para todos. Confesso que o ano que se passou foi um tanto difícil para mim e para toda minha família. Passamos e enfrentamos com força que Deus nos deu esse momento, por isso a diminuição em postar ou até mesmo parar para desejar boas festas. Bem, mas aqui vai o primeiro post de 2016. Espero continuar neste ano contribuindo com informações.

Att,

Taismara Mantovani.


Enxaqueca em crianças pode estar relacionada a déficit de atenção



Um estudo da Unifesp descobriu que a predisposição à enxaqueca está relacionada a comportamentos como distração e desatenção. Entenda

Por Naíma Saleh - atualizada em 18/11/2015 15h20

Pela primeira vez, um estudo associou a enxaqueca ao déficit de atenção nas crianças. Não, não estamos falando do transtorno de déficit de atenção (TDAH), que inclui diversos sintomas, entre eles desatenção, hiperatividade e impulsividade. Déficit de atenção, no caso em questão, pode ser entendido como falta de atenção mesmo: distração, falta de foco, cabeça nas nuvens.
Foi a partir desse comportamento, constatado entre os pacientes de seu consultório, que a neurologista Thais Villa, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), decidiu investigar a questão a fundo: “Percebi que meus pacientes eram alvo de queixas frequentes por parte da escola e dos pais. As mães contavam que os professores reclamavam que o filho estava indo mal, que era desatento, distraído. Queríamos ver se isso estava relacionado à enxaqueca de alguma forma”, explica.
O estudo liderado por Thais foi realizado com 82 crianças entre 8 e 12 anos. Elas foram divididas em três grupos: crianças com enxaqueca que recebiam tratamento, crianças com enxaqueca que não recebiam tratamento e crianças livres da doença. Todas elas foram submetidas a testes de memória visual. Os resultados mostraram que, embora a performance em tarefas que exigiam atenção tenha se apresentado dentro do espectro normal para os três grupos, as crianças com enxaqueca e sem tratamento tiveram um desempenho pior nos testes de atenção visual que as outras.
Mas o que tem a ver a enxaqueca com a desatenção?
tosse; crianca; doente; (Foto: Thinkstock)
Para tentar entender o que explica o resultado da pesquisa é preciso antes compreender que a enxaqueca é muito mais do que uma dor de cabeça. Para começar, se trata de uma doença genética, ou seja, é preciso ter uma predisposição nos genes para desenvolvê-la. O que se sabe é que o cérebro das pessoas que apresentam essa propensão à enxaqueca processa as informações de uma forma exagerada. As sinapses, que são os locais de transmissão de impulsos nervosos, têm uma atividade mais intensa, deixando o cérebro tão excitado, que ele acaba superprocessando os estímulos que recebe. Um pouco de luz é processado como se fosse muita luz. Um barulho suave se transforma em um barulho mais intenso. E até a própria dor pode ser interpretada como se fosse mais aguda do que realmente é.
É por isso que a enxaqueca não se limita à dor de cabeça, mas inclui uma série de outros sintomas neurológicos como tontura, auras visuais (que incluem desde enxergar pontos luminosos até perda parcial da visão) e enjoo. Além disso, esse superprocessamento cerebral pode gerar comprometimentos cognitivos, influenciando desde o armazenamento de memórias até o aprendizado e também a atenção, que foi precisamente o ponto investigado na pesquisa.
Para a neuropediatra, o grande problema no diagnóstico da doença é que muita gente ainda pensa que dor de cabeça é coisa de adulto, o que não é verdade. “A queixa da criança é muito desvalorizada. Muitas chegam ao consultório com uma enxaqueca crônica, apresentando crises diárias, porque os pais não acreditam que elas sentem dor”, explica. Estima-se que a taxa de prevalência da enxaqueca em crianças seja de 10% e nos adolescentes, de 15%. A partir dessa idade, as meninas são as maiores vítimas já que os ciclos hormonais, associados à menstruação, podem desencadear as crises.
Desconstruindo mitos

Uma vez que se sabe que a enxaqueca tem fundo genético fica mais fácil entender que não há uma cura, mas, sim, um controle para a doença. “Temos vários genes relatados de pré-disposição. A pessoa nasce com uma tendência e quando ela se expõe a situações que podem provocar a crise, os chamados gatilhos, acaba desenvolvendo a doença”, explica Thais.
Normalmente, os alimentos mais gordurosos, como queijos e chocolates, são os primeiros a serem apontados como desencadeadores das dores. No entanto, a alimentação funciona como gatilho apenas para 20% das pessoas com predisposição à enxaqueca. Já outros fatores como estresse, jejum prolongado, exercícios fisicamente desgastantes (e realizados fora de uma rotina regular), barulhos, cheiros fortes, claridade ou luzes piscantes, movimentos (às vezes até o próprio balanço do carro), dormir mais ou menos do que se está acostumado, tudo isso pode ser apontado como gatilhos para 50% das vítimas de enxaqueca.

O que fazer na hora da crise
Por isso, não duvide do seu filho se as crises de dor de cabeça só acontecem durante a semana. “A escola é um ambiente muito rico em reforçar a crise: tem muito barulho, a criança se movimenta mais, descansa menos nos dias em que tem aula. Se no final de semana a criança fica mais tranquila e dorme melhor, é menos provável que ela tenha uma crise”, explica. O problema é que isso reforça o mito de que as crianças dizem que estão com dor de cabeça para não irem à escola.
Dor de cabeça (Foto: Thinkstock)
Quando seu filho começar a sentir dor, pode ficar mais pálido, parar de brincar, reclamar da claridade e dos barulhos ou até vomitar. Nessa hora, a maioria tem vontade de ficar sentada quietinha ou deitada. Se a criança dormir é até melhor, porque o sono ajuda a terminar a crise. A saída é medicá-la, seguindo as prescrições médicas.
Mas o melhor tratamento, em longo prazo, é tentar minimizar os fatores que podem desencadear a dor.  Manter uma rotina regular, com horários de sono pré-estabelecidos, evitar jejum prolongado, não ficar horas em frente à tela de aparelhos eletrônicos, tudo isso pode ser controlado. Se mesmo assim os episódios persistirem, é preciso tratar com medicamentos, porque a qualidade de vida da criança começa a ser prejudicada.
Por isso, se alguém na família tem enxaqueca e a criança começou a se queixar de dor de cabeça com frequência, sem apresentar  febre ou outros sinais de infecção, melhor marcar uma consulta com um neuropediatra. Se não tratada, a doença pode evoluir a ponto de se tornar crônica e, nesse caso, as crises acontecem quase todos dos dias. Ninguém merece.
FONTE: http://revistacrescer.globo.com/Criancas/Saude/noticia/2015/11/enxaqueca-em-criancas-pode-estar-relacionada-deficit-de-atencao.html

sábado, 19 de dezembro de 2015

INFORMAÇÃO UTILIDADE PÚBLICA

0

Olá leitores(as),

Hoje o post, será mais uma informação de utilidade pública.
Acredito que a maioria das pessoas assim como eu, desconhecem de algumas informações referentes aos direitos que os portadores de deficiência tem em relação a compra de veículos zero Km.
Após uma experiência que estou vivendo na minha família, acabei aprendendo sobre esses direitos.
Vou deixar o máximo dessas informações e espero com isso, contribuir com orientações. Então vamos lá.

Grupo de Condutores

São os casos em que o próprio deficiente consegue conduzir o veículo com ajuda de algum equipamento especial, entre eles a Transmissão Automática (Câmbio Automático) e a Direção Hidráulica/Elétrica. As Pessoas com Deficiência que serão condutoras deverão possuir CNH Especial.

Quem tem direito às Isenções: Deficiente Físico.

Grupo de Não-Condutores

São os casos em que o próprio deficiente está incapacitado de conduzir o veículo, já que a deficiência o impede de tal atividade ou a impedirá de dirigir um carro normal no futuro (apenas para o caso de menores). O Não-Condutor terá o seu carro guiado pelo seu responsável legal e/ou condutores autorizados.

Quem tem direito às Isenções: Deficiente Físico, Deficiente Visual, Deficiente Mental (Severo ou Profundo) e Autista.


A Lei n: 8.989 de 24 de Fevereir0  1995 e artigo 3º e 4º do Decreto 3.298/99

§ 1º  Para a concessão do benefício previsto no art. 1o é considerada também pessoa portadora de deficiência física aquela que apresenta alteração completa ou parcial de um ou mais segmentos do corpo humano, acarretando o comprometimento da função física, apresentando-se sob a forma de paraplegia, paraparesia, monoplegia, monoparesia, tetraplegia, tetraparesia, triplegia, triparesia, hemiplegia, hemiparesia, amputação ou ausência de membro, paralisia cerebral, membros com deformidade congênita ou adquirida, exceto as deformidades estéticas e as que não produzam dificuldades para o desempenho de funções.( Qualquer pessoa inclusive crianças)
Art. 114.  A Lei no 10.406, de 10 de janeiro de 2002 (Código Civil), passa a vigorar com as seguintes alterações:
“Art. 3o  São absolutamente incapazes de exercer pessoalmente os atos da vida civil os menores de 16 (dezesseis) anos.
I - (Revogado);
II - (Revogado);
III - (Revogado).” (NR)
“Art. 4o  São incapazes, relativamente a certos atos ou à maneira de os exercer:
.....................................................................................
II - os ébrios habituais e os viciados em tóxico;
III - aqueles que, por causa transitória ou permanente, não puderem exprimir sua vontade;

§ 2o Para a concessão do benefício previsto no art. 1o é considerada pessoa portadora de deficiência visual aquela que apresenta acuidade visual igual ou menor que 20/200 (tabela de Snellen) no melhor olho, após a melhor correção, ou campo visual inferior a 20°, ou ocorrência simultânea de ambas as situações.

§ 3o Na hipótese do inciso IV, os automóveis de passageiros a que se refere o caput serão adquiridos diretamente pelas pessoas que tenham plena capacidade jurídica e, no caso dos interditos, pelos curadores.

§ 4o A Secretaria Especial dos Diretos Humanos da Presidência da República, nos termos da legislação em vigor e o Ministério da Saúde definirão em ato conjunto os conceitos de pessoas portadoras de deficiência mental severa ou profunda, ou autistas, e estabelecerão as normas e requisitos para emissão dos laudos de avaliação delas.

A constituição da República Federativa do Brasil, Art. 23. TÍTULO III - Da Organização do Estado .
 É competência comum da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios:
CAPÍTULO II - Da União
 II - cuidar da saúde e assistência pública, da proteção e garantia das pessoas portadoras de deficiência;
Art. 24. Compete à União, aos Estados e ao Distrito Federal legislar concorrentemente sobre:
XIV - proteção e integração social das pessoas portadoras de deficiência.
CAPÍTULO VII - Da Família, da Criança, do Adolescente e do IdosoArt. 227. É dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança e ao adolescente, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária, além de colocá-los a salvo de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão.
O carro hoje é sem dúvida um dos mais importantes objetos de acessibilidade das Pessoas com Deficiência. O condutor deficiente procura um carro adaptado que atenda suas necessidades e promova um mínimo de conforto.

Para a Pessoa com Deficiência não condutora, não é diferente. Adaptado ou não, seu carro, guiados pelo seu responsável legal e/ou condutores autorizados, é um importante artigo de necessidade básica, não só para ela, mas para toda a sua família.

 Isenção de IPI e ICMS. O que são?

É a liberação do pagamento de impostos inseridos no custo da compra de todo carro novo. Juntos, podem gerar até 30% de desconto na compra do carro novo, dependendo do modelo.
Esta Isenção serve para a liberação do pagamento do imposto federal IPI (Imposto Sobre Produtos Industrializados)inserido no custo de fabricação de todo carro.
O IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) é um imposto que incide sobre a propriedade de veículos, seja ele 0Km ou SeminovoÉ estadual, ou seja, somente os Estados e o Distrito Federal têm competência para instituí-lo de acordo com o art.º 155, III da Constituição Federal.
Aqui no Estado de São Paulo a isenção do IPVA só e concedido para condutores, não condutores só tem direito ao ICMS e IPI.  
Isenção de IPVA, ainda existem 12 estados brasileiros que não dão o benefício desta isenção para não condutores, ou seja, a concessão é limitada apenas para a PcD condutora. O resultado disso, além do enorme prejuízo para muitas famílias que precisam levar seus filhos para uma fisioterapia, ou mesmo um adulto incapaz de dirigir por ser cego, é o fato de tal política afrontar o princípio da igualdade, há muito tempo já observado pela maioria dos estados brasileiros.

E então, neste caso, há algo a ser feito? A resposta é sim. Não mais na esfera administrativa e sim na judicial, através de um advogado que seja especialista no atendimento à Pessoa com Deficiência. Confira abaixo o artigo:


A Fazenda do Estado de São Paulo não concede isenção de IPVA para deficiente visual, sob o fundamento de que o artigo 13, inciso III, da Lei n. 13.296/2008 apenas confere a isenção ao condutor portador de deficiência física, não podendo a benesse ser estendida àquele que não dirige o próprio veículo. Defende a Fazenda a tese de que a isenção só tem validade para o deficiente físico condutor não sendo extensível a terceira pessoa.

Em recente decisão no processo patrocinado por nosso escritório o Egrégio Tribunal de Justiça reconheceu o direito a isenção de IPVA para o deficiente visual reformando a decisão de primeira instância que havia julgado improcedente o pedido do cliente.

Pautado na inclusão social do portador de deficiência, o Tribunal de Justiça decidiu no caso em questão que o dispositivo legal do artigo 13, inciso II, da Lei 13.296/2008, deve ser interpretado em conjunto com os princípios constitucionais da dignidade da pessoa humana (artigo 1º.), da igualdade (artigo 5º.), com as normas que asseguram proteção especial às pessoas portadoras de deficiência (artigo 23, inciso II, e 203, inciso IV) e com a própria Constituição Estadual que veda o tratamento desigual entre contribuintes que se encontrem em situação equivalente (artigo 163, inciso II).

E nem poderia ser diferente, pois se os argumentos da Fazenda do Estado de São Paulo prevalecessem, estaríamos diante de duas espécies de deficientes: aqueles que possuem condições de dirigir e aqueles que não as possuem, sendo que um grupo possuiria vantagens não usufruídas pelo outro, que estariam excluídos das políticas públicas de acessibilidade e locomoção, em flagrante afronta ao princípio da isonomia tributária.

Segue abaixo a ementa do acórdão proferido pelo Tribunal de Justiça de São Paulo:

“AÇÃO DECLARATÓRIA. ISENÇÃO DE IPVA. Portador de necessidade especial – deficiência visual. Pessoa com Deficiência pode ser autorizada a adquirir um veículo automotor em seu nome, com beneficio visual, a ser utilizado para seu próprio, embora dirigido por terceiro. Interpretação teleológica e sistemática. Aplicação dos princípios constitucionais da igualdade, dignidade da pessoa humana e isonomia tributária em absoluta consonância tanto com a Constituição Federal como Estadual. Prevalência dos preceitos constitucionais que asseguram a proteção especial às pessoas deficientes. Precedentes desta Corte de Justiça. Sentença reformada. Recurso provido”.
 
(TJ – 2ª TJ. Apelação n. 0003026-81.2014.8.26.0562, Rel. Des. VeraAngrisani; j. 16/12/2014; v.u.)

Encontre um Especialista em Isenções na sua região e adquira já seu carro novo!

Goiás – Grande Goiânia

Despachante PNE - Goiânia
 
 
 



Minas Gerais – Grande Belo Horizonte

G.O. Isenções - Belo Horizonte






Pará – Grande Belém


Detmex - Grande Belém



 
 
 

          Rio de Janeiro – Grande Rio


RM Isenções - Grande Rio
Ágil Isenções - Grande Rio     
 
 
 

                

      Santa Catarina – Litoral Norte


Isentamax - Litoral Norte
Zanini - Litoral Norte
 
 
 

      Santa Catarina – Vale do Itajaí

Cunha - Vale do Itajaí
Eco - Vale do Itajaí
Isentamax - Litoral Norte
 
 
 

                            

                                                          

                                                           São Paulo – Baixada Santista

Canova - Baixada Santista
Carreira - Baixada Santista
Faria - Baixada Santista
FF Santos - Baixada Santista
Roberto Faria - Baixada Santista
Torres - Baixada Santista
100 Milhas - Baixada Santista
Grupo Faria - Baixada Santista
Campagnoli - Baixada Santista
Baixada Táxi - Baixada Santista

 
 

           







 BRAGANÇA PAULISTA E REGIÃO


Ativa Isenções - Bragança Paulista e Região




SÃO PAULO- GRANDE SÃO PAULO

Realiza Isenções - Grande São Paulo










Novaflex Isenções - Grande São Paulo
Daiwa Isenções - Grande São Paulo
Care Isenções - Grande São Paulo
Viva Isenções - Grande São Paulo
 
 
 

                                            






                                  


Sorocaba e Região
Soriano - Sorocaba e Região






TODOS OS HOMENS NASCEM LIVRES

E IGUAIS EM DIGNIDADE E DIREITOS.

Para obter maiores informações visitem: http://www.despnet.com/sobre/
Fonte: http://www.despnet.com/sobre/

Att,
Taismara 

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

domingo, 5 de julho de 2015

Profa. Yara frateschi

0


Café Filosófico: Leviatã de Hobbes e as lógicas da força e da punição com Yara Frateschi

Recomendo muito esta aula da Profa. Yara Frateschi da Depto de Filosofia da Unicamp sobre o Leviatã e sua relação com a Redução da Maioridade Penal. 




sábado, 4 de julho de 2015

PSICOPEDAGOGIA ONLINE

0

Olá querido(a) Leitor(a),

Deus colocou em meu coração, e é com imensa satisfação que compartilho com vocês esse objetivo.
Criei o Site:

  PSICOPEDAGOGIA ONLINE.



Sempre recebo vários emails, de pessoas com as mais diversas dúvidas, famílias que em algum momento, recebem diagnóstico de filhos com alguma dificuldade de aprendizagem ou simplesmente algum comportamento diferente, enfim são várias as queixas. E com isso, muitos ficam sem saber qual caminho seguir, necessitando de orientações.
E o site foi criado com esse intuito, pensando em ajudar, mesmo que seja online.
Eu disponibilizava aqui no Blog, meu Facebook pessoal, mas como minhas configurações de privacidade não permitia que eu recebesse as mensagens em minha caixa de entrada, acabava demorando muito tempo em responde-las.
Agora com o Site Psicopedagogia Online há um Chat, com o qual poderei em tempo mais real responder rapidamente. Só quero retribuir os conhecimentos que Deus tem me permitido alcançar.

Sejam todos bem vindos!


terça-feira, 23 de junho de 2015

1º Congresso Nacional Online de Integração Sensorial

0



Chame seus amigos!! Compartilhe esse evento! Ele é online, gratuito e aberto para familiares de pessoas com TEA, profissionais e pessoas interessadas no assunto.

Pessoal, mais uma oportunidade de aprendermos olhem que legal!! Acessem o link logo abaixo e participem!
http://www.conisenso.info/